O PODER DE DESTRUIÇÃO DE UMA LIDERANÇA RUIM

O PODER DE DESTRUIÇÃO DE UMA LIDERANÇA RUIM

Será que uma equipe é fraca ou seus líderes são ineficientes?

Antes de responder esta pergunta, devemos falar sobre o poder de fogo que a liderança tem em seu domino. Líderes ruins podem ser e são, na maioria das vezes, a ruina de uma empresa seja ela de pequeno, médio ou grande porte.

Ao contrário disso uma liderança eficiente faz com que todos enxerguem as oportunidades. O bom líder passa sua doutrina formando novos líderes ao longo de sua jornada, trazendo sempre ideias e ferramentas inovadoras para o crescimento de todos, analisa cuidadosamente o potencial de cada colaborador e utiliza-os para o crescimento do time.

Dentro desta má gestão, cito abaixo alguns exemplos que geralmente ocorrem nesta situação:

  • Colaboradores desmotivados – Começam a se sentir sozinho e sem apoio, perdidos em meio as tarefas que já são rotina no dia a dia, ficam frustrados, sem perspectiva de crescimento.

 

  • Evolução da empresa – Com esses problemas a empresa começa de alguma forma a perder terreno e essas dificuldades externas começam a ser espelhadas nos clientes, o que é péssimo para os negócios.

 

  • Processos judiciais – Um líder ruim pode ser responsável pela entrada de, no mínimo, dez processos na empresa. Se uma organização tiver gerentes ruins em excesso, ela pode vir a fechar suas portas.

 

Quais as características que lideres ruins tem em comum?

Falta de Visão – Ter falta de visão prejudica a empresa de tal maneira que os próprios funcionários perdem seus valores dentro da empresa e passam a enxerga somente até onde suas funções o levam. Líderes visionários estão em falta e são extremamente importantes, já que além de trazer perspectivas e oportunidades para sua equipe, atuam como uma espécie de ponte para o sucesso;

Falta de Comunicação – Líder que não se faz entender e nem permite que em sua equipe haja uma expressão diferente daquilo que ele julga ser correto, com isso, a comunicação fica cada vez mais limitada e incoerente;

Fluxo dos Negócios – Com o passar do tempo o fluxo dos oportunidades que chegam até a empresa passa a ser alterado;

Incompatibilidade de Gestão – Os modelos e ferramentas de gestão aplicadas são cada vez mais atrasadas e pouco produtivas;

 

Pesquisas mostram que ter uma boa liderança pode influenciar diretamente o futuro da organização como um todo, muitas vezes mais que outros fatores, como: salário, carreira, crescimento profissional e ambiente de trabalho.

Os verdadeiros líderes são aqueles que:

  • Motivam a todos a sua volta e traz a cultura organizacional para execução em sua gestão;
  • Constroem relacionamentos a base de transparência, confiança e comunicação;
  • Formam seguidores pelo respeito e prazer no trabalho, não pela imposição;
  • Fazem com que a tomada de decisão seja baseada em produtividade, e qualquer mudança de curso seja facilmente absorvida pela equipe;
  • Criam uma cultura de responsabilidade;
  • Tem força e confiança para superar as adversidades.

 

A liderança é parte totalmente envolvida no potencial desenvolvimento e crescimento da equipe. Ela é a responsável por gerenciar todo fluxo e desempenho de cada colaborador analisando suas forças e fraquezas para que o todo sempre caminhe ao encontro dos objetivos da empresa.

Então, podemos facilmente afirmar que lideres ruins podem ser a ruina de uma empresa, não dando chance a formação de uma boa equipe de trabalho, apaga toda e qualquer vontade que o colaborador tenha de desenvolver um projeto, ou de pôr em pratica na empresa coisas que aprendem fora dela.

Todo líder deve ser uma fábrica oportunidades, vontades, sonhos. Tem que alinhar os objetivos da empresa a toda sua equipe, não deve medir esforços para formar outros líderes e por fim deve ser o colaborar número 1(um) para toda e qualquer necessidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *